Complicações Durante o Aborto.

Um aborto medicinal realizado até a nona semana de gestação possui risco baixíssimo de ocorrência de complicações. Este risco é o mesmo de um aborto espontâneo.
Entre 09 e 14 semanas o risco aumenta um pouco, no entanto é importante informar que quando ocorrem complicações em geral o tratamento limita-se a simples procedimentos para a devida limpeza do útero. Um médico pode facilmente tratar estes problemas.
A cada 100 mulheres que fazem um aborto medicinal, apenas duas (02) ou três (03) terão que recorrer a um médico, centro de primeiros-socorros ou hospital, para receberem algum tratamento.

ENTENDENDO CADA UM DOS PROCESSOS:

É importante lembrar que caso você se enquadre em um dos casos clínicos citados abaixo deve buscar ajuda em um hospital ou centro de atendimento médico. Não existe qualquer método ou exame que possa atestar que você induziu o aborto através de medicamentos. Os três primeiros meses de gestação costumam ser críticos para todas as mulheres, e abortos naturais ocorrem muito frequentemente.

A hemorragia caracteriza-se por um sangramento muito intenso que dura mais de 02 horas e ensopa mais de 02 absorventes higiênicos por hora. Sentir-se tonta ou com a cabeça “esquisita” pode ser um sinal de demasiada perda de sangue.

Uma hemorragia intensa deve ser tratada por um profissional da saúde, não exite em buscar ajuda em um hospital ou centro de atendimento médico.

Infecção após o aborto é um evento raro. Alguns sintomas que indicam uma infecção após o aborto são:

Vários dias após ter feito o aborto sentir fraqueza, náusea, vontade de vomitar ou diarréia.
Febre que dure mais do que 24 horas ou que é superior a 38º C.
Dores no abdômen, se a sua barriga estiver dolorida ou sensível (vários dias após ter feito o aborto).
Apresentar um corrimento vaginal que cheira mal (vários dias após ter feito o aborto).
No caso de febre que começa logo depois de usar o Misoprostol (Cytotec – 200mcg), que dura menos do que 24 horas sendo inferior a 38ºC, é um efeito secundário normal. Se a febre durar mais do que 24 horas ou for superior a 38ºC, você deve procurar um médico.

As infecções após abortos medicinais são muito raras. Se você tiver suspeitas de uma infecção deve consultar um médico imediatamente. A infecção deve ser tratada com antibióticos.

Os abortos medicinais são uma alternativa mais segura em lugares onde os métodos cirúrgicos são perigosos para a saúde da mulher ou em lugares onde a disponibilidade de abortos seguros é restrita.
A título de comparação, o risco de uma infecção é maior quando uma mulher tem um filho (parto normal) do que quando faz um aborto medicinal.

Antibióticos ou aspiração a vácuo.

Aborto incompleto é um aborto que foi apenas parcialmente bem sucedido. A gravidez terminou e o embrião não se desenvolverá, mas o seu corpo não expeliu adequadamente o tecido e produtos da gravidez.

Você pode ter tido um aborto incompleto se:

Continuar a sangrar em demasia (muito mais que um período menstrual regular).
Sentir cólicas mesmo dias depois de tomar o Misoprostol (Cytotec 200mcg).
Sentir dores insuportáveis, febre contínua e sangrar depois de 03 semanas.
Sentir dor ao pressionar a barriga.

Você deve ir a um hospital ou a um médico para completar o aborto se tiver algum destes sintomas. Isto é absolutamente necessário, porque o tecido e o sangue que continuam no seu corpo podem causar hemorragias e uma infecção.

O tratamento de um aborto incompleto é LEGAL em toda a parte.

Em países onde as mulheres possam ser acusadas criminalmente por terem realizado um aborto, não é necessário dizer à equipe médica que tentou fazer um aborto. Você pode dizer que ACHA que teve um aborto espontâneo. NÃO EXISTEM testes que mostrem que a mulher fez um aborto medicinal.

É extremamente importante tratar um aborto incompleto. Qualquer clínica que consiga lidar com abortos espontâneos pode também ajudar a mulher com abortos incompletos, porque os sintomas são os mesmos.

Aspiração a vácuo ou curetagem.

O QUE É CURETAGEM?

A curetagem ou dilatação & curetagem (D&C) é uma intervenção cirúrgica que permite retirar os restos do aborto. Por vezes este tratamento é necessário, normalmente quando existem complicações após um aborto médico ou aborto espontâneo.

Contudo em alguns países os médicos estão habituados a fazer uma curetagem por rotina, mesmo quando não existam razões médicas para tal. Você não precisa de uma curetagem em qualquer um dos casos abaixo:

Se não tiver sintoma como dor, febre ou hemorragia severa. (NÃO PRECISA de curetagem)
Se o ultrassom mostrar que existem alguns vestígios no útero. (NÃO PRECISA de curetagem)
Se estiver com leve sangramento passadas 03 semanas. (NÃO PRECISA de curetagem)

Depois de ter a menstruação normal não deverão permanecer quaisquer restos no útero. Contudo no caso de ter uma destas queixas:

Febre.
Dor persistente
Hemorragia severa

É possível que você precise de uma intervenção cirúrgica.

O QUE É ASPIRAÇÃO A VÁCUO?

A aspiração a vácuo é um procedimento clínico para o esvaziamento uterino recomendável para o tratamento do aborto incompleto. A maioria das mulheres que procuram atendimento para as complicações do aborto sofreram um aborto incompleto.

O procedimento consiste na aspiração do conteúdo uterino através de um aspirador a vácuo acoplado. A
aspiração a vácuo tem sido muito usada como alternativa segura e eficaz à curetagem uterina (D&C).

Algumas das vantagens da aspiração a vácuo são:

Facilmente aceita pelos médicos.
Maior conforto para a paciente.
Uso de anestésicos locais.
Tempo de recuperação mais curto.

A aspiração a vácuo é mais segura e indolor que a curetagem uterina.

COMO SEI SE O ABORTO FALHOU?

Se o aborto falhou temos o que se chama de uma gravidez contínua. Ela é a gravidez que continua a desenvolver-se mesmo depois do uso do Misoprostol (Cytotec 200mcg). Neste caso, o aborto falhou completamente e a mulher continua grávida.

Em muitos casos mesmo que ocorra um sangramento, ainda é possível ter uma gravidez contínua. Você deve fazer um ultrassom cerca de sete (07) dias após usar o Misoprostol ou um teste de gravidez três (03) semanas depois para confirmar que a gravidez terminou. Caso tenha pressa, é possível fazer uma ultrassonografia no dia seguinte após o aborto, diga ao médico que você decidiu fazer uma ultrassonografia por conta de um sangramento incomum.

Sangrar não significa que você teve um aborto bem sucedido.

Se você ainda tem sintomas de gravidez tais como peitos doloridos ou náusea, pode ser uma gravidez contínua, o que significa que o aborto não foi bem sucedido. Entretanto como os níveis hormonais levam até quatro (04) semanas para voltarem ao normal é possível sentir esses sintomas da gestação mesmo que seu aborto tenha sido bem sucedido.

Apresentar um sangramento reduzido, não significa que o aborto falhou.

É possível ter um aborto bem sucedido cujo sangramento foi muito reduzido. Cada mulher tem um organismo e variações entre cada uma é um fato normal. Normalmente em gestações mais recentes como até quatro (04) semanas o sangramento é muito reduzido, portanto não é possível avaliar o sucesso ou a falha do aborto pelo volume do sangramento

Uma vez feito o procedimento de aborto com Misoprostol (Cytotec 200mcg) você só poderá saber se o aborto falhou ou se foi bem sucedido fazendo um ultrassonografia.

 

Você pode optar por não fazer uma ultrassonografia, entretanto você pode ser surpreendida por uma gravidez contínua e se a gestação estiver muito avançada não será mais possível repetir o seu aborto medicinal.

SE O ABORTO FALHOU E EU DECIDIR SEGUIR COM A GESTAÇÃO O FETO PODERÁ VIR A TER MÁ FORMAÇÃO?

Se o aborto com Misoprostol (Cytotec 200mcg) falhar e a gravidez continuar, o risco de vir a ter um bebê com má formação fetal aumenta. Entretanto, este risco é muito pequeno, menos de 01 em 1000. Este risco é menor do que o risco de vir a ter um bebé com Síndrome de Down.

Para evitar o risco de ter um embrião com má formação fetal nós aconselhamos as mulheres com gravidezes contínuas (gravidez que continua após o aborto ter falhado) a se submeterem a abortos cirúrgicos ou tentarem o aborto medicinal uma segunda vez. Dessa forma seria possível interromper a gravidez e assim a evitar completamente o risco de um feto com má formação.

Precisa de um aborto? FAZER MEU ABORTO JÁ

((Navegue pelo Site! Clique nos Links!))

[índice dos Artigos] [Página Inicial] [Comprar Já!] [Contato WhatsApp] [Depoimentos de Quem já Comprou Conosco]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *